terça-feira, 8 de julho de 2008

Wall-E, em Lego

Navegando pelo excelente blog estadunidense "The NXT Step", deparei-me com as simpáticas imagens do Wall-E construído com peças Lego.


O segundo modelo utiliza o
NXT para controlar o robô, considerado a evolução do RCX.


Desafio: observe a esteira do Wall-E. Qual a vantagem de utilizar três ou quatro rodas para movimentar a esteira, em vez das tradicionais duas rodas?

5 comentários:

Lucas~ disse...

Se nãome engano aumenta a tração quando se tem 3 pontos de apoio na esteira.

Guilherme disse...

eu acho isso tb

Guilherme disse...

diria o msm q lucas

Guilherme disse...

esse wall-e NXT usa o sensor de ultrassom na cabeça ja que ele (o sensor) tem um design parecido com a cabeça do wall. e, assim ele detecta o lixo e os motores são ativados desse modo um motor faz com que a porta por onde o lixo entra abaixe e outros motores fazem o movimento dos braços para jogar o lixo dentro do wall.e, isso pode ser representado com uma condicional, se o sensor de ultrassom detectar o lixo os motores entram em ação.

Henrique disse...

Tbm acho isso, gui. Ah se eu postasse antes, mas os viciados foram primeiro...