terça-feira, 1 de julho de 2008

NASA projeta robô-bola para auxiliar astronautas

A NASA é uma das instituições que possui grandes interesses em robótica, investindo pesado em estudos para aprimorar as missões espaciais.

Um dos projetos mais "ousados" criados pela NASA é o Personal Satellite Assistant (PSA), ou Assistente Pessoal Satélite. Trata-se de um robô com formato de esfera para auxiliar os astronautas durante as missões no espaço ou ainda mesmo na Lua ou em Marte. O PSA otimizaria a comunicação com o astronauta, analisaria as condições ambientes, exibiria informações relevantes (como uma planta da estrutura durante um conserto), possibilitaria videoconferências, entre outras aplicações.

Abaixo está um esquema do PSA:


O site oficial do projeto é http://ti.arc.nasa.gov/projects/psa/

Em 1997, o filme "Flubber", com Robin Williams, apresenta o robô Weebo que lembra o PSA, tanto em formato quanto em funções (o robô funcionava como uma secretária particular do cientista).



Um dia, talvez, possamos também contar com assistentes pessoais automatizados, descendentes das antigas secretárias eletrônicas, que eram sucesso (e sinônimo de status) a uma década e meia atrás.

Desafio: como robôs poderiam manter-se em vôos estáveis a baixas altitudes, na Terra? Que mecanismos poderiam ser utilizados?

3 comentários:

Lucas~ disse...

Com turibinas de ar e pode ser também como um foguete.

Paulo Marcelo Pontes disse...

Jateamento de ar comprimido seria o mais indicado, realmente.
Esse jateamento deve exercer uma força igual ao peso (massax aceleração da gravidade), porém em sentido contrário.

Paulo Marcelo Pontes disse...

Qual é o fator limitante para um robô com esse mecanismo?